Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Os Contos da menina-Mulher

Quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto. Estes são os meus pontos sobre saúde, culinária e lifestyle. Aqui toda eu sou vírgulas, reticências e, no extremo, pontos de exclamação ou mesmo um ponto final!

Seg | 27.01.20

Ser comilona, compensa!

m-M
Isto de pensar: "como não Lisboeta, faz-me falta alguém que partilhe os melhores restaurantes da cidade, de uma forma real, porque eu não conheço nadinha...", levou-me a começar a partilhar aqui as minhas experiências gastronómicas pela cidade.   Já lá vai quase ano e meio. E é das rubricas que mais gosto me dá escrever. Mesmo que nem todas as experiências corram bem.   Hoje chego aqui ao cantinho e vejo que o Sapinho me destacou (...)
Ter | 21.01.20

Passeios inesperados | Seixal

m-M
[Ainda do aniversário do m-R...] É-nos muito raro visitar a Margem Sul. Ele, como Lisboeta, não morre de amores. Eu, como Portuense, e dadas as malfadadas declarações do Sr. Ex-Ministro, tenho sempre a ideia de que "é muitooo looongeee". Claro que, sendo nós uns gulosos, por comida o longe se fez perto. E quando fomos ao Seixal, para o pequeno-almoço especial de aniversário, estava um dia lindo de Sol (embora frio prá xuxu, como podem ver aqui). Teria sido uma parvoíce não (...)
Sex | 17.01.20

#coisasboasà6ªfeira | Pai Natal? Este ano foi um livrólico!

m-M
Ainda antes de receber as notícias "montanha-russa" sobre a saúde da minha irmã, este ano que passou já não andava muito inspirada para o Natal. Para mim, este Natal foi sobre presentear quem se manteve ao meu lado no 2019 difícil que nos deixou. Vai daí não havia nem lista, nem ideias, nem expectativas quanto aos presentes, para mim.   Participei em 2 "Pais Natais Secretos", um organizado pela Sofia (...)
Ter | 14.01.20

Natal é... enquanto eu quiser?

m-M
Confissão de pessoa que está mesmo baralhada com os dias: Ainda não desmontei a árvore nem retirei as decorações de Natal da sala.   (Retirei a grinalda decorativa da porta, porque essa está presa a um preguinho na dita e foi só tirar e guardar na gaveta...)   É verdade. Lembrei-me que o Natal tinha passado, no dia 4. Admoestei-me de "ainda não ser dia de dizer adeus ao Natal" porque faltavam os Reis... e depois... esqueci-me, outra vez. Lembrei-me hoje, a 14 de janeiro (é o (...)
Seg | 13.01.20

Caracol, caracol...

m-M
Sinto-me como um caracol. A andar devagarinho. Dias tem em que me arrasto, tal e qual como um caracol. A querer "por os corninhos ao Sol", mas sem grande calor que me ajude a ter coragem de o fazer.   Voltamos a viver na espera, dependentes das notícias das equipas médicas. Voltaram as nuvens e eu entrei em piloto automático, para lidar com isso: casa > trabalho > trabalho > casa. Deveria ter voltado ao ginásio, mas não me sinto em condições para falar com "pessoas (...)