Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Os Contos da menina-Mulher

Quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto. Estes são os meus pontos sobre saúde, culinária e lifestyle. Aqui toda eu sou vírgulas, reticências e, no extremo, pontos de exclamação ou mesmo um ponto final!

Qua | 14.06.17

Regressada, mas pouco

As férias acabaram hoje, estou sentada ao PC desde as 09.30h, e não me vejo a sair daqui em menos de uma hora.

Não parei para almoçar, os 140 e-mails que me "piscavam o olho" não deixaram. Isso e 60% dos colegas estar de férias, não sem antes deixarem as tarefas para as quais pedi ajuda ignoradas num canto.

 

Regressei há 9 horas e sinto-me como se tivesse trabalhado os 5 dias da semana.

Isto é tudo muito giro, o meu trabalho até que tem visibilidade (que é o relevante no meu trabalho), e resposta (que é o importante para a campanha em mãos) mas, nestes dias, saio daqui (à hora que for...) com um enorme "mas" no coração.

Fiz esta semana 10 anos que comecei a trabalhar, 70% do tempo na minha área, quase sempre em crescendo, com umas especializações, uns saltos e uns solavancos pelo meio.

Há 10 anos, AMAVA o que fazia, sentia-me e era reconhecida como uma boa profissional, uma maravilhosa promessa. 10 anos depois, gosto da minha área, mesmo quando "não me apetece" sou eficiente e resolvo a situação (algo muito importante na minha função), mas caraças, cada vez menos me encanto pelo que faço, cada vez menos sinto que faça a diferença, cada vez menos "me apetece".

Em 10 anos, sinto que trabalhei o equivalente a "uma vida"!

 

Vamos acreditar que este desabafo é depressão pós-férias, atolamento de trabalho, TPM, calor e nervos de pré.viagem de quem vai estar fora 2 semanas, em trabalho.

 

Tenho novidades, pensamentos, outro tipo de desabafos para partilhar convosco... mas este regresso não me deixa estar convosco, como merecem.

E por isso, peço desculpa.

1 comentário

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.