Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Os Contos da menina-Mulher

Quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto. Estes são os meus pontos sobre saúde, culinária e lifestyle. Aqui toda eu sou vírgulas, reticências e, no extremo, pontos de exclamação ou mesmo um ponto final!

Seg | 26.02.18

"Mitos da internet", que em mim se têm provado verdades

Quem me vai seguindo sabe que tenho "pêlo-de-rato" no lugar de cabelo.

Que o cortei bem curto (e fez sucesso!) em dezembro de 2016.

Que ele é fino, fraco e com queda, por motivos genéticos e de perda constante de cálcio; e que demora hórrores a crescer.

 

Em setembro de 2017 tomei a decisão de voltar a deixar crescer o meu "pelinho-de-rato", para o tamanho médio. Acho que me enquadra melhor o rosto e me dá um ar mais menina. E tomei a decisão de o fazer da forma mais saudável que puder.

Nada de produtos em excesso, auxiliares de crescimento (pois faço alergia aos compostos) ou químicas "desnecessárias" - sendo que pinto o cabelo de 2 meses em 2 meses porque já não me revejo no meu castanho "banal": eu nasci para ser ruiva, 'tá?!

 

Resultado: estou a dar um descanso ao Cronograma Capilar (associado à minha decisão de, primeiro gastar todos os produtos que tenho em casa) e reduzi a carga de produtos, "em cima do cabelo". Recorro a um produto natural, um shampoo anti-queda, uma máscara de reconstrução (de duas em duas semanas), o truque do vinagre como condicionador, e dois finalizadores alternados - uma lavagem com um nutritivo da Avon e uma lavagem com um "rejuvenescedor", que comprei no Jumbo:

  • shampoo 100% natural e vegan da VeganCare* - que estou a usar vai para 3 semanas, 3x por semana e o meu cabelo está a adorar: lava verdadeiramente o cabelo e deixa-o com a sensação de mais forte ao toque. E sim, é sólido e deve ser mantido num local seco (quando não está a ser usado, duh!), mas cheira suuuuper bem a lavanda e faz muita espuminha! Só me falta testar a duração para fazer "as contas" e ver se compensa o investimento;
  • shampoo anti-queda e fortificante Ian Zachary, comprado na InBeauty, a um preço super-pelintra;
  • máscara de reconstrução Elvive Repair 5;
  • condicionador natural "1 para 3" com vinagre de sidra;
  • Leave-in de óleo nutritivos Avon, intercalado com leave-in com ácido hialurónico da Babaria - a sorte é que este tipo de produto, usado a vez cada um, me dura um ano!

 

E qual é o mito que se tornou realidade para mim?

Ora, até vos apresento 3:

Mito 1 - Se usares produtos mais naturais e menos química, o cabelo crescerá mais rapidamente!

Mito 2 - A prática de exercício físico regular vai ativar o teu metabolismo e acelerar o crescimento do cabelo!

Mito 3 - Lavar e cuidar o cabelo para não o deixar criar oleosidade, vai impulsionar um cabelo mais saudável e um crescimento mais rápido!

 

 

Ora, 3 idas semanais ao ginásio significam... 3 lavagens de cabelo.

Eu lavava o cabelo 2 vezes por semana, por indicação médica, do dermatologista - para tentar controlar a queda e não diminuir a densidade dos fios.

Quando lhe dei o corte radical, em dezembro de 2016, o Carlos avisou-me "cuidado! O teu cabelo vai mudar, pode tornar-se mais oleoso" - meu dito, meu feito!

E, com o regresso ao ginásio, as 3x por semana são garantidas. E, para mim, é aí que se vê também a importância do shampoo seco 100% natural da VeganCare em conjunto com o shampoo anti-queda: proteger o meu "pêlo-de-rato".

 

E plim!

SIM!

Noto que, nos últimos 5 meses - cortei o cabelo pela última vez nos inícios de setembro de 2017, vocês sabem como eu sou desconfiada dos cabeleireiros, em Lisboa... - o meu cabelo cresceu o que, normalmente, cresceria em 8 meses. 

Ao ponto de eu olhar para o meu cabelo e estranhar o quão comprido ele está )que nunca me tinha acontecido na vida)!

Se o imaginava deste comprimento? Sim, lá para maio, se não o cortasse - agora vejam bem: está neste comprimento - aka  a meio do pescoço, em fevereiro, e eu vou corta-lo em março! Não porque esteja estragado, que já não o via saudável assim há anos, mas porque está "sem corte". ESTOU PARVA PARA A MINHA VIDA!

 

*m-M morde a língua da próxima vez que olhar para um artigo das internets e pensar "é mito!"*

 

ajudem a VeganCare a crescer e a poder fazer chegar os seus produtos a todos. Façam um donativo ou comprem um produto no crowdfunding que está a decorrer até março. Produtos 100% naturais, que existem para não criar sofrimento animal, sem falhar na sua eficácia nos humanos.

24 comentários

Comentar post

Pág. 1/2