Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Os Contos da menina-Mulher

Quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto. Estes são os meus pontos sobre saúde, culinária e lifestyle. Aqui toda eu sou vírgulas, reticências e, no extremo, pontos de exclamação ou mesmo um ponto final!

Qua | 01.07.20

Matar saudades das férias | 5 lugares especiais a visitar em Salamanca

Faz agora um ano, estava a planear as férias em Salamanca... Meu Deus, parece que tudo isto foi há uma vida... como este ano as poucas "férias" serão em Portugal, em casa de familiares e sem as confusões de hotéis e grandes grupos de pessoas, resolvi partilhar convosco os meus 5 lugares favoritos da nossa visita de 4 dias a Salamanca, em 2019.

 

Fomos os 3, eu, o m-R e Sogrinha, em pleno agosto (sim, somos assim, meios doidos) e até que apanhámos dias bons, quer dizer... chegámos no domingo e fomos recebidos por um pequeno tornado tropical, mas, no dia seguinte, à tarde, já tudo tinha normalizado e pudemos usufruir do espaço que reservamos e da cidade em pleno.

 

Escolhemos um hotel com bugalows em formato apart-hotel, a 15 minutos do centro da cidade, com piscina privativa, estacionamento gratuito, serviço de bar e restaurante e com um ponto de autocarro público shuttle que fazia ligação ao centro da cidade, a cada meia hora e cujo bilhete custava €1,80, por viagem. Dado que o estacionamento é todo pago na cidade (e bem pago!) e que o shuttle funcionava até às 22 horas, sempre que quisemos visitar a cidade, usamos o transporte público, sem problemas ou confusões.

Já o bungalow era um T2, com 2 andares, cozinha kitchenette, varanda e uma casa de banho moderna e espaçosa, tudo muito na vibe "férias nos bosques", mas em bom e moderno. Isso permitiu-nos poupar e fazer a maioria das refeições "em casa", enquanto aproveitávamos a piscina de manhã e caminhávamos na cidade e bebíamos umas cañas, à tarde.

 

E porque digo eu que Salamanca é calma em agosto? Porque, e eu não sabia isto, perdoem-me se assim passo por inculta, Salamanca é uma cidade puramente universitária, quase como a nossa Coimbra: não muito grande, mas cheia de lugares, simbolismos, boa comida e bom ambiente, mas positivamente calma sem os estudantes,

Estes foram então os meus lugares favoritos:

  1. Plaza Mayor: Construída em meados do século XVIII, de design barroco, apresenta 88 arcos e que acima de cada pilar têm um medalhão que retrata uma figura famosa de Salamanca; 
  2. Casa Lis: Por cima da muralha sul de Salamanca existe uma mansão do século XIX que foi construída para D. Miguel de Lis, muito famosa pela sua fachada art nouveau com os seus vitrais. É uma vista verdadeiramente bonita com o Sol a espreitar por entre as nuvens, como nós a vimos, depois do mini-tornado;
  3. Convento de Santo Estêvão: Salamanca é a cidade das Igrejas e conventos e estátuas clericais, de alguns que visitamos, esta foi a minha favorita;
  4. Catedral Velha: A mais antiga das catedrais foi erguida entre os anos 1100 e 1200 e tem uma encantadora combinação de dois estilos: romanesco e gótico;
  5. A rã de Salamanca: as poucas dezenas de pessoas mais agrupadas estão aqui, de pescoço levantado em frente à fachada da Universidade de Salamanca. Mas a rã é o símbolo de Salamanca e dizem que dá boa sorte encontrá-la na primeira vez que se vista a cidade /eu demorei uns 6 minutos a dar com ela, mas dei!).

A Desilusão

  • A Casa das Conchas: fotos e fotos nas internets, toda a gente a mostrá-la grande e imponente... O edifício da Biblioteca Pública de Salamanca está decorada com três centenas de conchas, numa enorme conexão aos Caminhos de Santiago (daí também as minhas expectativas), mas é isso mesmo: um edifício na esquina da rua, que é a biblioteca.

Já conhecem esta cidade? Para mim foi uma boa surpresa, a 5 horas de carro de Lisboa e que deixou saudades.

Digam-me se quiserem que partilhe mais detalhes sobre a estadia e mais pormenores logísticos.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.