Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Os Contos da menina-Mulher

Quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto. Estes são os meus pontos sobre saúde, culinária e lifestyle. Aqui toda eu sou vírgulas, reticências e, no extremo, pontos de exclamação ou mesmo um ponto final!

Qui | 09.08.18

Gym report - 1 ano de exercício físico (resultados)

Pois é... quem diria... dia 2 de agosto completei um ano como "pessoa que vai regularmente ao ginásio".

Quasi-quasi uma fitgirl e coisa e tal. 

 

Sabe Deus o estado psicológico em que estava quando tomei a decisão. Quando me arrastei cheia de medos e ansiedade até ao meu ginásio de bairro, velhinho para falar com eles e ver se me arriscava.

 

E, neste primeiro aniversário, como a vida dá muitas voltas, marca-se também o início de uma nova fase: o treino sem PT, o treino independente apenas baseado nos planos e nas avaliações físicas.

Mais uma vez: quem diria? Eu, e não brinco quando digo isto, não me imaginava capaz.

Mas o meu PT arranjou um "emprego a sério" e, literalmente virou as costas ao mundo fit. Pelo caminho ficou o plano que tinha com ele, duas aulas pagas e todo o apoio que ele me dava - e motivação.

Foi substituído por um moço mais novo, mas "dentro dos padrões". Simpático e tal, mas que não tem qualquer relação comigo, nem a procura construir - por muito que eu me dirija a ele e tudo mais.

 

Mas lá está, depois de semanas de ansiedade com medo desta nova fase... em que até andei a visitar a concorrência... tomei uma decisão (pelo menos até outubro, como teste a mim e à equipa): f*ck it!

UM ANO de ginásio ensinou-me muita coisa, tornou-me verdadeiramente mais capaz, e sim, já faço 80 a 90% dos planos sozinha, sem necessitar de alguém presente comigo nas máquinas.

Esta é a minha nova fase, e eu estou a fazer tudo para controlar os medos e a ansiedade para a ver como empowering

 

Quanto a resultados?

Ora bem:

  • Peso: -6kgs (iniciei com 8 kgs acima do meu peso-objetivo)
  • Perímetro abdominal: -16 cm
  • IMC: 23.5 (iniciei com 29)
  • Gordura visceral: 5 (iniciei com 9)
  • Massa gorda: -9%
  • Massa magra: +11%

 

É assim: nos primeiros meses, e quem me segue sabe, estava com as expectativas altas, sonhava com resultados a la Biggest Loser e lutei muito comigo para continuar.

Depois... entre dezembro e abril perdi o bulk dos 6 kgs totais (4kgs) porque o corpo começou a responder à nova rotina.

Desde maio, combinado com o PT não me atualizar o treino e o corpo se ter habituado, estagnei nos números, mas tenho o corpo a reagir como o de um atleta: o peso não altera MAAAAS a massa gorda continua a baixar e a massa magra a aumentar - o que dizem ser muito bom! 

 

Estive 5 meses sem dar uma queda! *woot woot* imaginam o que isso quer dizer em termos de motricidade e mobilidade?! 

Sinto o corpo mais desenvolto e verdadeiramente livre do peso que era excessivo para mim.

 

Na meta do 1º aniversário fiquei a 2 kgs do número na balança que tinha na minha cabeça, mas, depois do "choque" na pesagem de junho, resolvi não desanimar. Caraças! O que eu evoluí num ano? E não se mostra tudo no peso!

 

É verdade que estes resultados são fruto de um ano dedicado: 3 visitas, no mínimo, semanais ao ginásio. Alimentação noturna low-carb, para a qual faltam ideias em muitos dos dias, mas uma pessoa tenta - nem que acabe a comer sopa sem batata (uma ganda malga) e uma salada - parece triste, mas notem: EU AMO SOPA e saladas no tempo quente são uma dádiva dos céus.

 

Aqui está o motivo porque eu não mencionava o gym desde inícios de junho... porque quase tudo mudou desde aí, e tive muito foi que acalmar a mente, equacionar hipóteses e tomar decisões.

Mas, para já, a maior é: não vou deixar o exercício físico para não perder os avanços na motricidade e mobilidade - mantendo a tonificação do corpo como bónus de motivação.

 

Entro agora nesta "luta" sozinha, mas com uma enorme sensação de teste pessoal (e não vou negar: ver-me tão capaz no ginásio tem sido uma surpresa para mim!). 

14 comentários

Comentar post