Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Os Contos da menina-Mulher

Quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto. Estes são os meus pontos sobre saúde, culinária e lifestyle. Aqui toda eu sou vírgulas, reticências e, no extremo, pontos de exclamação ou mesmo um ponto final!

Qua | 21.10.20

Experiência | Psi, Pena, Lisboa

Este restaurante foi o escolhido por um amigo que está emigrado, para matarmos saudades, na visita de verão dele.

Foi a primeira vez que saí de casa depois da morte da minha irmã - e apesar de ser um local conhecido por ser calmo e todo good vibes, admito que no final da refeição estava muito cansada, psicologicamente - já vão perceber porquê.

 

Fomos jantar ao Psi, um dos restaurantes vegetarianos mais famosos de Lisboa, lembro-me de ter sido especialmente badalado quando abriu.

O espaço é engraçado, com a sala principal a ser numa tenda de pano, decorada com elementos de várias culturas e um toque new-age, que funciona muito bem pois o espaço é no meio de um jardim. Funcionou às mil maravilhas pois estava uma bela noite de verão.

Contudo, o espaço da tenda é pequeno, mesmo cumprindo as regras da DGS, sendo que o barulho se torna alto, mal a sala começa a encher.

O nosso amigo fez reserva, que serviu para garantir lugar, pois o restaurante teve um pico de entradas (não encheu, nem de perto, nem de longe), mas a equipa estava um bocadinho "a leste" foi preciso "passarem-nos a várias pessoas" até encontrarem a nossa mesa, num "canto" bastante pequena para 4 pessoas - mal tinha espaço para os 4 pratos e bebidas.

 

Mas bem, passado à refeição:

Pedimos 2 entradas, para partilhar: chamuças de queijo e espinafres e azeitonas marinadas, ambas muito saborosas - embora as doses não sejam nada de especial.

Quanto a pratos principais, eu pedi o pad-thai mas com noodles de courgette e o m-R o  Red Thai Curry - enquanto os nossos amigos pediram igual.

Os pratos são muito saborosos, bem executados, mas há pouca informação sobre pratos low-carb (tendo de ter sido eu a perguntar), os pratos "com arroz" vêm mais bem servidos, demoraram a chegar (25 minutos para esperar depois de terminadas as entradas, quando os pratos foram pedidos ao mesmo tempo) e chegaram já mais para o frios.

Seguiram-se mais 20 minutos de espera entre o virem perguntar se queríamos sobremesas e o trazerem a carta, seguidos de quase mais 20 minutos de espera pelas mesmas - connosco a perguntar ao fim de 10 minutos e os funcionários.... muito confusos. Eu pedi um cheesecake de frutos vermelhos e o m-R pediu uma panacotta - e digamos que só esperámos porque estávamos desejosos de algo doce... As sobremesas foram boas, saborosas, sem aquele travo de "vegetariano cheio de substituições", mas não valem os mais de 30 minutos de espera.

Estavam ainda desfalcados a nível de bebidas, numa noite quente não ofereceram a opção de acrescentar gelo, e cada questão sobre as bebidas que não conhecíamos acrescentava confusão e espera aos pedidos.

 

Resumindo: queres experimentar um bom restaurante vegetariano, numa zona bonita de Lisboa? Visita o Psi. 

Os pratos são interessantes, a ementa é inovadora. A abordagem aos ingredientes é interessante pois a confeção fica bastante apetitosa e "tradicional-caseirinha". É bom para novatos na gastronomia mais alternativa.

Contudo, prepara-te para doses muito "controladas", para um atendimento muito confuso, nem sempre simpático e muito demorado - também pelo que parece falta de preparação e lembrança dos funcionários.

Para mim é um 3.5/5, a refeição para duas pessoas ficou a rondar os €34, um preço bem acessível, especialmente para toda a fleuma criada à volta do espaço - contudo a demora e o atendimento "pobrezinho" fizeram sentir-nos como se tivesse "custado" muito mais.

 

Psi Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

*post não patrocinado

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.