Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Os Contos da menina-Mulher

Quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto. Estes são os meus pontos sobre saúde, culinária e lifestyle. Aqui toda eu sou vírgulas, reticências e, no extremo, pontos de exclamação ou mesmo um ponto final!

Seg | 26.03.18

É oficial. Lisboa apoderou-se do meu palato.

Há 9 anos, namorava eu com o ex-principe alto loiro e dinamarquês, a mãe dele serviu-me salada de tomate com coentros.

Qual importantérrima iguaria.

Eu nunca tinha comido coentros - isso não se usa no Porto, 'tá?! E odiei. Só o cheiro enjoava-me. Mas fiz cara de boa menina, sorri e fiz de conta que gostei. O namoro acabou umas semanas depois, por isso, pensei que me tinha safado.

 

Os anos passaram, entretanto mudei-me para Lisboa... e os coentros por todo o lado. E o cheiro, minha gente? O cheiro??? 

 

Entretanto, sendo flexitarianos e apostando na alimentação low-carb há muito leguminho, há muita salada e muito mais peixe do que "antes".

E o que é que isso significa? Mais coentros, claro!

 

E, este fim-de-semana... resolvi fazer uma massada de peixe, para celebrar o "Domingo com hidratos".

que dei por mim a ir comprar coentros. COENTROS! Porque peixe já não me "sabe ao mesmo" sem o ligeiro sabor dos coentros...

 

Fui ao Jumbo, de corrida, e comprei.

Senti-me uma dealer das ervas aromáticas. Senti que me "vendi" à vida lisboeta... 

 

Mas caraças! A massada ficou boa!

32 comentários

Comentar post

Pág. 1/2