Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Os Contos da menina-Mulher

Quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto. Estes são os meus pontos sobre saúde, culinária e lifestyle. Aqui toda eu sou vírgulas, reticências e, no extremo, pontos de exclamação ou mesmo um ponto final!

Qua | 25.03.15

Coisas que me custam a ver

Pessoas a deixarem de ser quem são, a achar que vão melhorar.

Vão ser mais como "os outros querem", fazem 30 por uma linha... E cheira-me que... vão deixar de viver no involcro delas.

Até ao próximo pedido. Até ao próximo "detalhe" que acham que têm que "melhorar".

Eu vivi assim. Ano e meio. Aos desejos de outra pessoa.

Se entretanto engordei? Comecei a fumar? Fiz mais tatuagens? Mudei o estilo de roupa? Deixei de ter tantos travões na língua?

Sim, a TODAS as questões a cima.

Facilitou-me a vida?

Nem sempre. Mas se há sentimento que é cada vez mais certo, em mim, é que, pelo menos sou verdadeira comigo mesma.

Cuidado com os 30 kgs que perdes para vestir um "S" e ganhar coragem para "falar com aquele rapaz".

Cuidado com a "decisão ativista" de te tornares vegetariana porque "aquela pessoa" é defensora dos animais.

Cuidado com as corridas desenfreadas pela marginal, de sapatilhas neon nos pés, para entrares no grupo cool.

No meio de toda a pressão social, sim, vais entrar no grupo. Mas sim, também te vais perder de ti.

E nem todos temos a sorte no mundo de ter "amigos de sempre, e para sempre" para onde voltar, nas horas em que necessitamos de um "porto seguro".

Tem cuidado, contigo, em primeiro lugar.