Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Os Contos da menina-Mulher

Quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto. Estes são os meus pontos sobre saúde, culinária e lifestyle. Aqui toda eu sou vírgulas, reticências e, no extremo, pontos de exclamação ou mesmo um ponto final!

Qua | 16.06.21

Tendências verão 2021 | EscapeShoes

m-M
Com dúvidas no que vais encontrar pelas lojas, agora que o calor já chegou? Apesar de ainda me estar a habituar aos dias mais quentes, que eu saio pouco de casa... estou fascinada com as tendências para esta estação, muito porque piscam o olho aos exemplos de que me lembro do final da minha adolescência - aquela idade em que me comecei a apaixonar por calçado.   O regresso das sandálias (...)
Qui | 10.06.21

Leituras | Napoleão vem aí!, Domingos Amaral

m-M
Esta novidade de Domingos Amaral foi-me enviada pela editora Casa das Letras e foi o 1º livro de junho, e 10º do ano.   Este é um dos meus géneros favoritos de livro, atualmente: romances históricos embelezados, parte realidade, parte ficção. O suficiente para nos lembrarmos "de algo", fantasista o suficientes para nos fazer sorrir e sonhar.   Estamos em Portugal, no final da primeira invasão francesa, a possível vinda de Napoleão a Portugal fascina a sonhadora Ana, apoiante (...)
Sex | 04.06.21

Receita | Carne de novilho recheada

m-M
Sei que demorei um bocadinho a partilhar esta receita, de que fui fazendo teasing ao longo de quase 2 meses, mas finalmente chegou o dia: Vou partilhar a minha receita de carne de novilho recheada e enrolada, cozinhada no forno.   Esta é uma receita tradicional da minha mãe, de quando éramos pequeninas, e eu adorava quando ela a fazia, porque era sinónimo de festa! Por isso, foi a receita escolhida para fazer para o almoço de Páscoa, com Sogrinha e a avó do m-R.   Fiz pequeninas (...)
Ter | 01.06.21

Leituras | O leitor, Bernhard Schlink

m-M
Esta foi a 8ª leitura do ano, um clássico do séc. XX, entrtanto já adaptado para o cinema com Kate Winslet.   Admito que não vi o filme, mas sempre tive o livro debaixo de olho. Pelas recomendações, pela carga social de uma Alemanha pós-grande Guerra que tenta mostrar como a 2ª geração lida com as decisões, as culpas e os medos dos seus pais.   É um livro pequeno, mas nem por isso "rápido de ler". Apesar da escrita ser objetiva, direta, quase sem sentimento, mesmo quando (...)