Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Os Contos da menina-Mulher

Quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto. Estes são os meus pontos sobre saúde, culinária e lifestyle. Aqui toda eu sou vírgulas, reticências e, no extremo, pontos de exclamação ou mesmo um ponto final!

Qui | 04.01.18

Contos do ginásio | Constatação dos 4 meses

Antes de regressar ao ginásio li por aí: "Aaaaai que o leg day  (treino de pernas) é o DEMO! Aaaaai que nem me posso mexer!"

E lá fui eu, para o ginásio, cheiinha de medo.

Pernas, logo pernas? Eu já sou manquinha, páh!

 

E os meses passaram e a maldição dos "treinos de pernas" não me apanhava... confesso: ao 3º mês comecei a sentir-me confiante.

Já não perdia o fôlego, já não suava como uma perdida, já não ficava vermelha que nem um tomate!

AhAh! Tinha vencido a maldição! Iria ser eu a não blogger féxon a pôr a língua de fora às franganitas desta vida!

 

Até que.. tan tan taaaaaaaan!

O R. introduziu a máquina de trabalho dos abdutores no meu mais recente plano de treino de mobilidade.

Ah e tal "que tu precisas", que "este movimento é muito importante para ti".

Comecei por 25 kgs - ao fim de 3 semanas vou nos 35 kgs.

 

Esta máquina é o DEMO. O DEMO!

Parece que não se passa nada até meio da 2ª repetição. De repente, termino a última repetição a morrer, a chamar por clemência...

Nos 3 dias seguintes tudo o que seja movimento que necessite da força dos meus abdutores e das minhas virilhas (e olhem que são mais situações do que as que estão para aí a imaginar, oh seus depravadöes! ahahah) resulta em dor tremenda, em vontade de chorar e pedir colo à minha mãezinha. Em imaginar um fogo feiticeiro e misterioso que queime APENAS as minhas fichas de treino.

 

Tudo para deixar claro e guardado para memória futura: máquina de abdutores, és uma sacana. Não gosto de ti, páh!