Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Os Contos da menina-Mulher

Quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto. Estes são os meus pontos sobre saúde, culinária e lifestyle. Aqui toda eu sou vírgulas, reticências e, no extremo, pontos de exclamação ou mesmo um ponto final!

Ter | 22.12.15

Não é Natal sem um Conto do Sogrinho, né?

Então m-M, Sogrinho querido já te chateou muito este ano?

Não, por acaso não.

Embora já tenha "dado a saber" que a prenda de Natal para OS DOIS voltará a ser... pagar o seguro do carro do filho. E olhem lá, que "vamos" com sorte - oh sorte a minha!!!

 

Ora este ano... nem a irmãs do m-R se safaram.

O jantar de celebração das boas notas - sim, o homem continua a fazer isso... - foi no restaurante Chinês lá do nosso bairro.

 

E a prendas de Natal/pagamento pelas notas?

Há umas botas para os escuteiros, para a mais nova - que NÓS vamos oferecer a meias.

E a outra irmã... nem percebi o que vai ter... mas não me parece que volte a ser um Iphosga-se, né?

 

É a crise.

Toca a todos!

 

Eu, por exemplo, vou dar chapadinha-de-luva-branca a Sogrinho querido: não entrei nos presentes de Natal, a "mando do m-R", que diz que o seu próprio pai não merece que eu gaste o dinheiro que ganho.

Maaaaaaaas comprei-lhe uma daquelas gravatas de Natal. Sim daquelas: feia, brilhante e com música!

Cortesia do Continente que estava em promoções!

 

Sim, hoje o espírito de Grinch baixou em mim e esta sou eu a mostrar o quão eu gosto de dar chapadas-de-luva-branca, a quem merece, no Natal!

 

E vocês?

Fizeram do mesmo?

Qual foi a prenda mais parva que compraram, este ano?

E para quem? (ihihihih)

Ter | 22.12.15

Do jantar da banda:

Os elementos da banda, disseram, algures em Janeiro deste ano, que estavam a dever um jantar aos seus "apêndices".

Como sempre, com aquela gente, ficou em águas de bacalhau.

 

Dias antes do jantar de Natal, abriram um programa de Rádio, numa das Rádios mais ouvidas da Grande Lisboa. Eu fiquei radiante por eles!!!

Acham que falaram nisso?

A própria da banda?

Nah... 'bora lá falar de... nada... que me lembre.

 

Este ano houve de tudo:

  • Prendas trocadas só entre a banda, embora sejam para os casais - tanto mistério para receber presentes extremamente normais, digo até, decorativos.
  • Restaurante escolhido, que supostamente é da moda e foi super badalado nos blogues. Mau atendimento, comida fraquinha, pedidos errados a chegar à mesa.
  • A maluquinha da banda deu mais uma vez nas vista, por maus motivos: falta de respeito, falta de consideração, sindroma de centro das atenções...
  • Conta cara para pagar no fim - e um m-R que me ia pagar o jantar... mas puff.

Aaaaah a alegria do Natal, né?!

 

Ou seja - fui, comi mais ou menos, aturei pessoas.

Por o quê?

Prendas dispensáveis - que aquelas pessoas não sabem pensar nos gostos dos outros... - pessoas parvas e dinheiro a sair-me do bolso - porque m-R nem as suas próprias promessas cumpre.

 

Valha-me que este ano não entrei NUMA ÚNICA prenda da banda.

O m-R bancou os presentes para os colegas - e que assim continue a ser.