Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Os Contos da menina-Mulher

Quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto. Estes são os meus pontos sobre saúde, culinária e lifestyle. Aqui toda eu sou vírgulas, reticências e, no extremo, pontos de exclamação ou mesmo um ponto final!

Qui | 15.06.17

Telepatia com Gatos?

Numa destas noites, naquele lusco-fusco até adormecer, pus-me a pensar numa coisa:

Serei a única dona/companheira de casa de gato(s) que fala telepaticamente com o seu patudo, na (vá) esperança de ser ouvida e correspondida?

 

Vá, digam-me que não, que é para eu não me sentir uma crazy cat lady, ainda mais do que já o sou...

 

Passo a explicar: desde que nos mudamos para a nossa casa que o Snape passou a dormir connosco no quarto. Ajuda imenso ele já ser um gato bem adulto (fez 6 anos em maio) e ter ganho gosto por se aninhar aos nossos pés e praticamente ter o mesmo horário de sono que nós, seus servos humanos...

E eu? "Dona" loucamente apaixonada pelo seu Snape, como boa humana que sou, habituei-me rapidamente ao "bem-bom" e já não sei adormecer sem sentir o Snape encostado a mim - nem que seja por um pelinho - porque sim, Snape Manuel prefere dormir do lado do m-R.

 

Resultado: não são raras as noites em que dou por mim a chamar por ele, telepaticamente. Em que entro em enormes conversas e justificações, dirigidas a Snape Manuel, do quanto era bom que ele:

  1. subisse para a cama
  2. ficasse quieto
  3. se encostasse a mim
  4. ronronasse para me adormecer

 

Qual é a minha má sorte?

Snape até que me grama, que eu sei! Mas Snape não está telepaticamente na minha onde de "rádio", não me ouve e eu chego a demorar uma hora para adormecer...

 

Digam-me, a bem da minha sanidade mental, que não sou a única dona de gato(s) a fazer isto...

20 comentários

Comentar post