Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Os Contos da menina-Mulher

Quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto. Estes são os meus pontos sobre saúde, culinária e lifestyle. Aqui toda eu sou vírgulas, reticências e, no extremo, pontos de exclamação ou mesmo um ponto final!

Qua | 18.10.17

É tudo psicológico...

m-M
O meu estado ontem era tal, que voltei ao ginásio e até o R. reparou que algo não estava bem. Que a minha energia era pouca e a minha cabeça estava na lua. Do nada, dava por mim a pensar no rapaz daquele vídeo do carro rodeado por chamas, ou nas fotos dos animais que morreram, ou na casa sem telhado...   Mas lá voltei. Fiz os exercícios todos. As pessoas dizem que se nota que estou mais magra. Que o pneu está mais pequeno. Sábado volto a fazer avaliação física, para ver se (...)
Ter | 17.10.17

Amanhã, talvez.

m-M
Estou cansada. Drenada. Estes 3 dias a assistir a tragédias em diferido. A ver análises e dissecar de palavras. A ver o perigo chegar a quem gosto. A dificuldade de regressar à realidade. Tiram-me, para já a capacidade de desenvolver, de partilhar convosco mais do que a minha dor de coração e a minha enxaqueca.   Deixo-vos dos melhores textos que li, ontem. » Aqui.   Deixo-vos (...)
Seg | 02.10.17

Males da (minha) vida

m-M
Tenho um enorme "mal", que por mais voltas que dê à vida, não consigo melhorar, por aí além: a velocidade com que frustro.   Eu frustrava porque era baixinha. Precisei de 27 anos para deixar de pensar nisso. Eu frustro porque o meu cabelo é ranhoso e não cresce. Cortei-o na esperança de ele magicamente ficar saudável, lindo e forte. Nada. Agora, corto-o porque pelos vistos me fica bem, e porque é mais fácil de o "aturar" no dia-a-dia. Mas na verdade, suspiro ao meu cabelo (...)
Ter | 26.09.17

Como é que se começa uma semana em beleza?

m-M
A semana começou, e os "desastres" também... Para mostrar o meu nível de sono... deixei queimar, beeeeeeeeem queimadinha, a panela de sopa desta semana. Estava uma sopa apetitosa, saborosa, porque pela primeira vez, tinha aproveitado uns legumes salteados que tinham sobrado. Eu estava toda entusiasmada para ver no que resultava a experiência da "sopa de restos, sem batata"...   Ao que o m-R pergunta, duas horas antes da tragédia: "já terminaste a sopa?". Eu cheia de confiança (...)