Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Os Contos da menina-Mulher

Quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto... Aqui toda eu sou vírgulas, reticências e, no extremo, pontos de exclamação ou mesmo um ponto final. Parágrafo!

Das tardes "tradicionais" em família

Este fim-de-semana só sabia de uma coisa: que às 20h a camionete estaria a arrancar para o Porto, e eu estaria lá dentro...

 

Bem, isso quase nem aconteceu, comigo a correr que nem doida até Sete Rios...

Era quase meia-noite quando comecei a ver a cidade pela janela, locais onde passeava, locais onde estava com amigos... e o m-R à minha espera no terminal.

Eram quase duas da manhã quando nos deitamos para dormir... mas "isso agora, não interessa nada!".

 

De manhã, acordo para uma surpresa:

E que me dizes a irmos ver o SLB ao Bessa, amanhã?

 

Bem, toda eu sorri. Por dentro e por fora. Ir ao futebol Ir ao futebol, ver o meu SLB, na minha cidade Ir ao futebol com o meu m-R Ir ao futebol com o meu pai Levar o meu afilhado ao futebol, pela 1ª vez na vida dele

E assim foi. Chegamos duas horas antes, para o G. ver o que é a alegria do futebol: as bandeiras, os cachecóis, as famílias, os cânticos.

O jogo foi morno, atabalhoado (nada que eu não tivesse suspeitado, ao ver o Júlio César a aquecer...). O árbitro foi fraquinho. Mas o jogo (e o preço louco dos bilhetes!!!) valeu pela festa nas bancadas, por ver o meu G. primeiro surpreso, depois deslumbrado e depois parte de tudo, ao ponto de cantar sem perceber as letras e de chegar a casa rouco, mas com os olhos mais bonitos de felicidade, do mundo!

 

Eu? Eu voltei ao Bessa, 10 anos depois. Uma casa que terá para sempre um pedaço de mim.

Eu voltei a cumprir a tradição de partilhar uma tarde, "das antigas", em família, e quando me deite, já passava da uma da manhã, adormeci cansada, mas adormeci feliz.

 

P.S - e já agora... quem é que me viu na Têbê?!

Do fim-de-semana?!

 

IMG_2195.JPG

Isto!

Depois do auxílio ao m-R, jogo com a J.B (e a G. e o seu novo "namorado"), Marquês todos juntos (que esteve bem mortiço, mas até encontrei lá um fã...), cachecol novo para a "coleção" e ceia em casa, com direito a champagne!

 

E ronha, e presentinhos para amigas e surpresas boas, de coração.

 

Hoje?

Sono, muito. E vontade zero de me mexer.

Mas, dado que é 2ª feira, posso, não posso?

Vamos criar um clube?!

No sábado, se os Deuses me ouvirem, há hipóteses de voltar a ir festejar para o Marquês!

 

Maaas este ano, estou "sozinha": o m-R tem um concerto fora de Lisboa, e eu, estou sozinha e sem planos para ver o jogo e, confesso, tenho medo de ir sozinha para o Marquês - se disso for ocasião. Nunca pensei, mas a minha timidez e o meu medo de voltar a ser assaltada são maiores do que o meu Benfiquismo...

 

Por isso, digam-me lá, leitores que estão por aqui por Lisboa: onde vão ver o SLB, no sábado?

Posso-me colar a vocês? Há lugar para mais uma?

Olhem que eu sou pequenininha...

 

Vá lá, vamos fazer um clube. Vamo-nos juntar à volta de uma mesa, com peaners e cachecóis. (Eu até levo petiscos e tudo, que eu sou boa moça!)

Digam-me lá, dêem-me dicas e façam-me sentir parte da grande família que eu sei que somos: os benfiquistas!

Dia da mãe é sempre que um filho quiser

Este ano não pude estar com a minha mãe no "dia dela".

Não houve almoço, nem prendinhas trocadas, nem ida à Festa da Lapa (que é uma tradição nossa).

Esta semana.

 

Fizemos tudo isso (menos a ida à Lapa), na semana passada, quando estive no Porto. Porque mãe que é mãe, é-o todos os dias, a partir do momento em que nos sabe na sua vida. Os festejos e as prendas são só motivos para as mimarmos mais um bocadinho.

Ontem, ontem passei o dia com as mulheres da vida do m-R, com a Sogrinha, que há quem diga que pareça minha mãe. Fui eu que comprei o miminho, porque o Sr. m-R é uma cabeça no ar - e sim, na loja disse que o presente era para a minha mãe. Porque mesmo que a Sogrinha não o seja, é o mais semelhante que tenho por perto. (E não, este não foi um momento de graxa!)

 

Fizemos uma caminhada em família, a aproveitar o Sol.

Vimos famílias na rua, ouvimos a música no ar, acompanhadas pelo rio.

Ontem, mesmo sendo domingo, e tendo os Monday blues a espreitar, o jantar foi leve, o meu Benfica ganhou, comi cerejas e ri até chorar, com o m-R no sofá, ao ponto de nos deitarmos com a barriga a doer e a sensação de que não era nada, nada Domingo.

 

Tudo porque vivi o dia com a sensação de "a alegria vem de alegrar os outros".

E vocês? Como passaram o fim-de-semana?

Alvíssaras a quem cure uma enxaqueca...

Já é 2ª feira?

Já?

Olhem, então não quero. Não quero, num m'apetece

 

O fim-de-semana foi bom.

Cansativo, puxado, mas bom.

Ir A1 acima, ao som deste album, a conversar sobre o mundo que nos rodeia, e quem faz parte dele.

Chegar a Francillos e FINALMENTE abraçar a MC - eu sei, meu amor, que estive calada, cansada e irrequieta na minha "revolta", mas tu viste... não consegui melhor. Pizza carbonizada é uma delícia para o m-R, eu foi mais a sopinha e os snacks e maldizer a Adélia ranhosa e desrespeitosa, a 3.

Correr para a consulta. Trabalhar. Ir escavando para por as feridas à mostra. Mas sinto-me um bocadinho num cíclo.

Como já o disse por aqui, não culpo a terapeuta, eu é que não estou fácil. Pareço uma criança na idade dos porquês, mas com os "Como"s? Estamos a chegar ao "âmago" e torna-se evidente que o processo não vai ser fácil, que isto de mascarar e esconder, quase como uma 2ª natureza faz muitos estragos. E doi, e torna-me num cliché "mancante".

Lá continuaremos no próximo mês, condicionadas pelo meu calendário laboral... como desabafou o m-R, ontem: "notam-se diferenças, mas ela não está a conseguir fazer a diferença em coisas que devia"... incrível como o meu gaijo diz isto tendo em conta que sabe (de trás para a frente) como eu sou complicadinha...

 

Seguimos para os meus pais. Comidinha da mãe, mais uma compra para a A., atendimento terrível na Wells do Norteshopping... e TRÊS pares de sapatilhas comprados, por €30!  Juntem  a isto numa das lojas ainda me terem oferecido 5€ de desconto e 10% de desconto na próxima compra, se a fizer até ao fim de março! Até me apeteceu dar um beijinho à moça, que é cá das pelintras como eu!

Correr para casa, para vestir um dos vestidos dos saldos, que me faz ficar com um rabo enorme, e não esconde nada o pneu, mas que a cor é gira que doi! E sapatilhas, sim, minha gente 

E dar dois beijinhos à Shô Dona Mula, e um sorriso aberto e um abraço. És incrível moça! Obrigada! E ver os nossos gaijos todos contentes na cavaqueira também foi muito bom! BTW, m-R ficou preocupado que se quebrou o mistério para você, que agora lhe conhece os caracolinhos saltitantes 

Agora, já só me falta criar uma petição a requerer a vossa presença em Lisboa, com uma PAVLOVA, asap (é tudo a assinar gente, que diz que a Pavlova da Mula é pra lá de boua!)

 

Domingo?

Domingo foi passado num abraço quasi-eterno com o meu afilhado. Que saudades dele, do amor dele, de sentir e dar AMOR como só o nosso. Não é por ser meu, mas ele está cada mês mais lindo, mais rapaz, mais próximo do que previ e pressinto, no meu coração, para ele como Homem. E o saber que parte é de minha responsabilidade e consequência, é dos melhores sentimentos do mundo!

Comida da mãe, mas sair das suas asas o mais depressa possível. Entre frases diminuidoras e reparos "de sempre", senti-me, nas horas que passei lá, num loop de quem foge às "balas". O positivo deste mês, mantive a minha posição, opinião e escolhas, sem me alterar e sem deixar transparecer a tristeza e cansaço. Já é mais um passo, né?!

Descemos a A1, com a força do Sol, desertos de regressar à nossa casa. Com uma mensagem da minha Gabriiiielaaa. Com planos dos bons, para o próximo mês. 

Eu e o m-R, nas nossas conversas edificantes de quem já conhece a A1 de olhos fechados e aproveita estes momentos para conversar. Falamos de nós. De onde e quando e como começamos. De tudo o que nos mantém juntos, do que se evoluí quando ser quer, quando se consegue e quando se ama a pessoa que está connosco.

 

Chegar a Lisboa e ter o jantarinho feito, com carinho, pela Sogrinha. Ter mais uma coisa que a casa precisava, tratada. Beber Lambrusco, mimar o Snape, ver o meu SLB ganhar  ainda lavar uma máquina de roupa e tratar das marmitas e do pequeno-almoço... e adormecer abraçados a planear um hipotético, mas mais real, regresso a Londres 

Uma noite de sonhos estranhos e Snape mimalho que quis dormir em cima da minha cabeça... e acordar com uma enxaqueca - que saudades! NOT! 

Depois de um fim-de-semana de loucos, de altos muito altos, baixos cansativos e corpo moído de 7 horas na A1... dou alvíssaras a quem me curar a enxaqueca num passe de mágica.

A gerência agradece 

O jantar de Ballentines visto pelos 2 lados

m-M:

Sai do trabalho, vai para o yoga (YUPI! Cheguei às 4 aulas, estou inteira, noto piquenas melhorias e é para continuar). m-M perde-se no metro, roi-se de inbeija do pessoal todo a caminho da Luz, e chega a 1 minuto do início da aula. m-M no caminho para a aula, lembra-se que não pensou numa sobremesa para depois do jantar  m-M faz a aula a pensar no jantar. m-M trabalha tanto a força de pernas que, de repente já nem se lembra que é dia de Ballentines  m-M está a 2 minutos de casa quando o SLB marca () e a rua estremece num grito de GOOOOOOLO imenso! m-M chega a casa, corre para ainda esgueirar um último miminho para o m-R para dentro do presente DIY deste ano. m-M é "impedida de entrar na cozinha, onde está o seu presente de Ballentines.

 

m-R:

Corre para casa, ainda passa no supermercado da nossa rua a ultimar detalhes para o jantar. m-R cozinha uma salada fria de batata, cebola e sementes, umas panquecas de batata, cebola e alho francês no forno (e as receitas, querem? ), grelha as salsichas suiças que trouxemos do Aldi. m-R põe uma mesa toda romântica, com pratos vermelhos, os melhores cálices e velinhas pela cozinha toda. m-R gela champagne. m-R abre a porta da cozinha com um tcharan!

m-R "leva" o jantar todo com uma m-M que pergunta, a cada 10 minutos "e como estará o Benfica?" (que isto de morar a distância audível da Luz dá cabo dos nervos a um benfiquista!) e não se exauspera e sorri. Isto sim, é Amor! 

 

Por minutos, na nossa própria casa, voltamos os dois à Suiça, às nossas únicas férias fora, em quase 5 anos de namoro.

Porque a nossa casa é um mundo, o nosso e o do nosso Amor.

TAG - The Christmas Tag

20106653_udoda.jpeg

Fui desafiada pelo meu querido Carlos a responder a este questionário sobre a época natalícia, que já parece estar por todo o lado na blogosfera, e eu não quis ficar de fora, qual Grinch!

1. Qual é a tua comida ou doce de Natal preferido?

Huuum essa é difícil. Até porque desde que me mudei para Lisboa algumas tradições, "estranhas" para uma Portuense, foram acrescentadas. E isto não esquecendo que tenho uma costela Lamecense muito forte... dá muita mistura!!! Adoro a aletria da minha mãe, os bolinhos de bolina (sonhos de abóbora, para os não Lamecenses), inspirados na receita da minha avó paterna... mas também o sem fim de frutos secos que ia comprar ao Bolhão (aaaai saudades!). Em Lisboa aprendi agostar de "torcidinhos" (uns biscoitos da avó materna do m-R) e de ver salgados na mesa da Consoada.

2. Qual é a tua música de Natal preferida?

Como enorme fã que sou do Jorginho Miguel, é o meu adorado guilty pleasure Last Christmas dos Wham!

3. Quais são as tuas cores de Natal preferidas?

Bermeilho, claro! Como o meu coração Benfiquista!

4. Preferes ficar de pijama, ou arranjares-te no dia e véspera de Natal
Na véspera arranjo-me toda - e então passando o dia com o Sogrinho querido, este ano, ainda mais - e este vestido já está a postos! Mas confesso, se estivesse no Porto, passava o 25 de pijama, ai não, se não passava!
5. Costumas abrir as prendas de Natal na véspera ou só no dia?

É hábito abrirmos as prendas à meia-noite. Mas admito que, estando a receber presentes pelo correio, nem sempre "me aguento" 

6. Se só pudesses oferecer prendas a uma única pessoa este Natal, a quem seria?

Eu ofereço presentes a pouca gente. Este ano diminui ainda mais a lista, e tenho feito a "minha parte" para me libertar de obrigações sociais que me magoavam. Se este ano tivesse que escolher uma única pessoa? 

O m-R claro. Ele é o meu companheiro, a minha família, o meu amor, o meu melhor amigo. E tem que ser compensado por me aturar, o resto do ano todo! 

7. O que mais gostas de fazer nas férias de Natal?

Say what now? Não sei o que isso é... 
8. Já alguma vez construíste um boneco de neve?

Claro! Na serra da Estrela! O último, foi há quase 4 anos! Mas vá, não ficou muito bonito, não tenho jeitinho nenhum. 
9. Qual o teu filme de Natal preferido?

Tenho alguns... O Love Actualy, O Home Alone (1 e 2)... O Die Hard... posso até já nem "parar" para os ver, mas gosto de os ter como som de background

10. Do que gostas mais, da véspera de Natal, ou do dia de Natal?

A Véspera! Mesmo passada com o Sogrinho querido.
11. O que é para ti o Natal?

 Família, casa, conforto, Amor. A verdade é que tenho vindo a re-aprender o significado destas palavras, nesta época, desde que me mudei para Lisboa... Este ano Natal também "sabe" a casa-mento, por muito que a casa nova ainda esteja vazia. É difícil, e não diminui a dificuldade, com os anos, passar a época longe dos meus, da minha cidade... mas a vida é mudança e adaptação. Por isso, estou a aprender que o importante é continuar a saber sentir estas palavras, no meu novo ambiente, tendo sempre quem me ame, à sua maneira.

 

Que tal?

Há gente parecida desse lado?

"Nomeio", todos quantos pararem para ler este post e gostem das perguntas! Força!

'Bora lá entrar no espírito natalício?

Para não fazer a figurinha do ano passado - mostrei-vos a árvore natalícia de 2015 já em 2016 

Cá está a nossa celebração do Yule, com destaque para os enfeites blogosféricos de anos anteriores e que, sem falsas amizades, acredito que deixam a minha árvore mais bonita, graças à Pandora e à meandmyboy 

Meu dito, meu feito, a minha 1ª árvore só num tom: BERMEILHO, não fosse ter logo resultado em derrota! 

 

Mas, para que nunca ninguém duvide que lá em casa a família só pode ser das boas, já lá está o saquinho SLB com as camisolas lindas de que falei ontem!

IMG_1451.JPG

IMG_1452.JPG

 

Eu sei, tenho muito jeitinho para decoração...

Mas, vá... escapa, não?

Presentes de Natal para ele!

Somos uma casal muito p´ratico, a verdade é essa.

Todos os anos estipulamos um orçamento para nos presentearmos um ao outro, especialmente tendo em conta que o m-R faz anos logo, logo a seguir ao Ano Novo.

 

Eu sou toda por ser surpresa, mas vou dando dicas e apontando para coisas que gostava de receber - ao longo do ano tooooooooooodo! - a ver se o m-R apanha as referências.

Ele é do mais direto que há: diz-me o que quer, em que % posso participar na compra (que o meu Rapaz tem gostos muito caros) e fica o assunto "Natal" resolvido 

 

Este ano caiu-me o queixo quando ele me disse que gostava de receber duas prendas, desde que eu dividisse o orçamento entre as duas. E caiu-me ainda mais o queixo ao chão - imaginem o chão com um buraco! - quando ele me disse que uma dos presentes que ele gostava de ter era uma destas:

Pus logo as minhas conections a funcionar, pedi um cartão de sócio a um amigo, para ir comprar a camisola mais barata €5 (pelitra 4ever!) e ontem ainda recebo uma sms:

m-M corre para o Strada que a Benfica Store está a fazer desconto no preço e a oferecer 2 camisolas pelo preço de uma!

Resultado, ontem "quebrei a minha regra" de tentar não me enfiar em shópes, ao fim-de-semana durante a época de Natal, mas comprei DUAS CAMISOLAS DO SLB - e ainda poupei €8 em vez dos €5 iniciais.

Agora somos um casal daqueles muito pirosos. Porque ele tem a versão masculina e eu a feminina!

E eu sei! É isto que falta ao SLB para não voltar a perder jogos - agora só me falta ir ver um jogo em 2017 

 

Aaaah e tal, que Dezembro é um mês lindo...

Depois de ter passado o dia inteiro a ver imagens destas nas redes sociais:

Depois de ter passado a manhã em faxina geral para receber o sogrinho querido... que se desmarcou 20 minutos ANTES da hora marcada e nem sequer se justificou...

Comecei a fazer a árvore de Natal... mas não tinha enfeites bermeilhos que me chegassem - sim, este ano a árvore é FULL ON RED - com uma estrela prateada no topo...

Fui dormir uma sesta com o Snape, que eu estou em fase furiosa da TPM e o m-R foi gravar músicas para o LP da banda 

 

Acordo para ir comprar os comes e bebes para o chá de panela e dar conta de 2 presentes de Natal que teimavam em não "aparecer"... e mais enfeites vermelhos... a ver se hoje "fecho" o projeto "Árvore de Natal SLB-íca"...

 

Chego a casa, denoto que a roupa que lavei e estendi, de tarde, não secou nadica de nada.

Preparo os pequenos-alomços, maaaaaaaas esqueço-me de preparar a minha marmita - que preparei hoje a correr...

Li quase 50 páginas, de assentada, deste 1º livro de que falo.

E mesmo assim: insónia.

Adormeci já passava das 3h, para hoje estar a pés às 7.30 - "fresca que nem uma alface"

 

Nota-se muito que a TPM está aqui à perna?