Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Os Contos da menina-Mulher

Quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto. Estes são os meus pontos sobre saúde, culinária e lifestyle. Aqui toda eu sou vírgulas, reticências e, no extremo, pontos de exclamação ou mesmo um ponto final!

Qui | 10.08.17

Prova do meu egoísmo?

m-M
Tanta grávida na blogosfera, nas redes sociais, no grupo de amigos... A pequena L. a celebrar um ano, o pequeno D. e a minha sobrinha L. a celebrarem 2...   E eu? Invejosa. Invejosa porque passo cada mês na indecisão e na falta de confiança de dar esse passo. Queremos ter tudo encaminhado. Bem sei que me dizem que nunca haverá altura certa, mas olhem... shoot me por querer ter condições para por um@ filh@ no mundo... (A boa notícia de julho é que, supostamente, em termos (...)
Qua | 09.08.17

Compras online | Glood

m-M
Já partilhei aqui convosco, por motivos diferentes, o quanto adoro cozinha do mundo e o quanto me perco nas lojas de comida "local" no Martim Moniz. Só não vos contei que há mais para além do Martim Moniz, sendo mais objetiva: há Telheiras, e a Glood. E o mundo todo num ambiente de merceria. Já somos clientes há meses largos, até porque a empresa do m-R é a 10 minutos de distância e a loja é mesmo em frente ao metro. (...)
Seg | 07.08.17

Receita | Overnight oats

m-M
Mas havia dúvidas que, mesmo em reeducação e dieta alimentar (e agora ginásio!), férias, cá em casa é sinal de petiscada e receitas novas? Nem seria eu, né?!   Bem, esta, vamos ser sinceros, quem segue o Faicibuqui, sabe que comecei há umas semanas... pois é, o meu lado féxon rendeu-se às overnight oats - ou como já vi uma senhora chamar-lhes: as "belas das aveias adormecidas" 
Sex | 04.08.17

Férias para que vos quero(?)!!!

m-M
Eu sei, eu sei, desse lado estão a pensar: mas férias outra vez? E depois ainda diz que anda cansada! Pfff!   Mas a verdade é que as 3 semanas fora em junho, mais os stresses familiares, mais estas duas últimas semanas inteiramente dedicadas à entrega de relatórios... deram cabo de mim. A semana de férias que tive em junho parece-me algo tão distante como se tivesse sido há mais de 3 meses.   Escrevo-vos da estrada. Que nós não perdemos tempo!   Há 5 anos atrás, por esta (...)